quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

bm b7M bM7 g D BM G A

Me olhou, nem me viu, seguiu tão indiferente
confesso que ate gostei,mas escutei o temido "nem tente"
na noite entorpecida sorrisos rolaram inocentes
e eu sem nem uma pista do que iria acontecer...

discretamente entre as vozes segurou a minha mão
momentos dados de presente que eu só posso agradecer
sorriso é tudo que acontece quando eu penso em você!

tudo tem seu tempo de se ter
sem pressa,sem cair, nem peso pra carregar
ainda tem muito pra ocorrer antes da noite terminar...
sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

musica

olhei na janela vi os ratros,os traços que ficaram para tras
palavras, olhares, mentiras, verdades,o que prefere esquecer
um dia eu disse nunca e to aqui pra comprovar
que ninguem entende nada quando se fala de amar
olhei pro ceu da mesma janela e vi que tudo muda sem nem ver
olhei pro ceu da mesma janela e vi que tudo muda sem você
os sinos não tocam,na tão esperada hora de beijar
as estrelas cadentes não caem por não ter um pobre coração
a rosas não tem esse perfume só pra vc cheirar
não misture fantasia e realidade só pela solidão
sonhe,mas acorde na hora certa pra não chorar
deixa a alegria pintar a tela da sua alma..
quinta-feira, 18 de novembro de 2010
esqueço do passado de uma forma na qual eu achava impossivel,
sorrio como se nunca tivesse chorado antes
desejo como se fosse a ultima vez
penso como se fosse uma grande tatuagem no cerebro
o que mais eu poderia querer?
encontrei por tempo limitado a forma correta de ser feliz.

"ampliou meu ser,quero um pouco mais..."
quinta-feira, 11 de novembro de 2010

ESFJ

"Eles podem tornar-se pessimistas e melancólicos quando não podem ver formas de realizar mudanças em suas vidas. Afastar-se um pouco dos seus problemas para obter alguma objetividade normalmente os ajuda a ganhar um novo ponto de vista"

eu hoje e querendo desesperadamente que chegue logo amanhã.

"Quem sou? um fogo-fátuo, uma miragem... Sou um reflexo...um canto de paisagem"
                                                                             Florbela Espanca
terça-feira, 9 de novembro de 2010
me sinto doente... fora as dores pelo corpo, sinto essa sensação estranha que não tem nome.
é um cansaço,misturado com o tédio e com a saudade que me mastiga por dentro.
algo me falta e procuro nas entrelinhas descobrir o que é
é maior do que posso imaginar!
sei a hora e quem vai me fazer esquecer porém também sei a hora que voltarei para casa e que tudo vai recomeçar.
cheguei me sentindo tão plena,completa sabendo que aqui o lugar onde eu deveria estar... não consigo mais me sentir assim.
eu sei que quando a alma quer crescer ela te faz sentir uma certa melancolia, deve ser exatamente isso,minha alma ta querendo ficar gigante...

"Como é triste a tristeza mendigando um sorriso
Um cego procurando a luz na imensidão do paraíso
"
terça-feira, 2 de novembro de 2010

ai

eu me desespero com muita facilidade, um pensamento leviano acaba meu dia.
não consigo me controlar... não aguento frustração!

"é so esperar o tempo passar"
segunda-feira, 1 de novembro de 2010

boba

Pensei durante muito tempo que um simples agrupamento de palavras estragaria tudo,
que faria papel de boba, ingênua,infantil.Como se a junção dessas palavras saidas da minha alma fossem entendidas como exageradas ou superficiais. Esqueci que a autora sou eu e que minhas palavras passam longe de ser isso,eu sei a profundidade de cada uma e de cada verdade estampada.
o medo de parecer é pior que o medo de sentir... logo eu que sempre pulei sem achar que iria cair porque sempre tive a certeza que iria voar.
a confiança é minha e só, se um dia fizer papel de boba foi somente tentando acertar e cada vez mais tendo a certeza que não é certo calar.